Saguaraji

Cód. Item Outros produtos Sementes Caiçara


R$ 40,00
à vista (5% desconto já calculado) no boleto bancário ou depósito.
  • Ver Parcelas
      Cartão de crédito:
      1x De R$ 42,11 sem juros Total: R$ 42,11
      2x De R$ 21,06 sem juros Total: R$ 42,11
      Para financiamento com juros de 0% a.m.
  • 100g
  • 250g
  • 500g
  • 1 kg

Informações do produto


Saguaraji


 

Conhecido como: Sobrasil, Saguaraji, Saguaraji-Vermelho, Sobraji, Sobraju, Socorujuva (SC), Falso-Pau-Brasil, Sucurujuva, Saguari, Guaxumbo (CE), Jucuruju (PR), Sabiá-da-Mata, Caçoca e Socrujuva (SC).

 

Nome científico: Colubrina glandulosa Perkins

 

Sementes por kg: 1 kg de sementes contém aproximadamente 47.600 unidades.

 

Família: Rhamnaceae

 

Origem: Alagoas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espirito Santo, Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe.

 

Utilidades: A madeira é empregada em obras expostas, como postes, mourões, dormentes, estacas e pontes. É também própria para construção civil, naval e obras hidráulicas. A árvore possui qualidades ornamentais e pode ser empregada na arborização de ruas largas e parques. Planta rústica e de fácil cultivo, não pode faltar na composição de florestas heterogêneas destinadas à recomposição de áreas degradadas de preservação permanente.

 

Crescimento: Crescimento de moderado a rápido.

 

Quebra de dormência: Não apresenta dormência. Contudo, recomenda-se imersão em água fria por 24 a 48 horas para embebição, para acelerar a germinação.

 

Tempo de germinação: 20-30 dias e a germinação é total.

 

Características: Planta decídua, heliófita e seletiva higrófita, pouco frequente na floresta latifoliada semidecídua da bacia do Paraná e mais comum na mata pluvial da encosta atlântica. É rara na floresta primária sombria, preferindo as matas mais abertas (capoeirões), situadas em solos úmidos e pedregosos e planícies quaternárias.

 

Ocorrência: Ceará até o Rio Grande do Sul na encosta pluvial atlântica e, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul, São Paulo e Paraná na floresta latifoliada semidecídua.

 

Morfologia: Altura de 10-20 m, com tronco de 40-60 cm de diâmetro, revestido por casca acinzentada e fissurada. Flores amarelo-esverdeadas , dispostas em tirsos. Fruto cápsulas loculicidas.

 

Fenologia: Floresce quase o ano todo, porém com maior intensidade em outubro-dezembro. Os frutos amadurecem em dezembro-fevereiro.

 

 

Época de floração e frutificação: A floração ocorre com maior intensidade no final da primavera e inicio do verão.

 

Avaliações dos Clientes


Dúvidas dos clientes


Está com dúvida sobre este produto? Veja se ela já foi esclarecida com a pergunta de outros clientes.

  Ainda com dúvida? Pergunte!
  • Nenhuma Pergunta